Busca

Universo Inconsequente

"Assim como o universo somos inconstantes e infinitos a serem descobertos."

Categoria

Universalizando

Este espaço é idealizado para a divulgação de textos, poesias, poemas, sonetos, crônicas e pensamentos dos nossos Inconsequentes deste Universo. Sabe aquilo que escrevemos quando estamos com o coração pedindo para externar tudo que ali esta preso, ou até mesmo quando só queremos escrever?! Então… Aqui é o lugar. Deixe sua marca. É só enviar para infinitostrezeais@hotmail.com. Para saber mais deste projeto clique em Contato.

Alerta para Uma Vida

Não tenha apego à nada neste mundo. Nada é seu por inteiro, nada. Família, amigos, dinheiro, bens materiais… Tudo o que você tem não é seu; São apenas empréstimos. Até a sua vida não é sua. Aqui, tudo faz parte de um longo (ou pequeno) amontoado de aprendizados. Um deles é amar o próximo como a si mesmo; isso é o que Deus nos ensina todos os dias.

O que vale nesta vida são as amizades eternas, paixões loucas e intensas e famílias unidas. Aprenda o que puder aqui. Pense que tudo tem um preço, mas é válido ressaltar que os bens materiais não nos agregam valor algum. E que o conhecimento e a aprendizagem são sementes que você planta, cuida e só posteriormente vê os resultados. Precisamos aprender a todo instante, mas sabemos que não é fácil. A vida é dura e complicada, mas Deus é Forte e Persistente! Se não aprendeu hoje, amanhã Ele faz questão de te ensinar novamente. Ele é como um professor em ano de formatura: Ensina-te o ano todo, mas serão as suas “notas” que te levarão a formatura. Porque acima de tudo, este Professor é Bondoso, Forte, Misericordioso e indescritivelmente/principalmente Justo.

Caro aluno de Deus…

Aprenda com O Melhor; Porque o que se leva desta vida são apenas o conhecimento e o eterno amor do Senhor por nós. Lembre-se: Somos apenas forasteiros nesta terra, e esteja ciente que nada aqui dura para sempre, então viva como se não houvesse um amanhã.

Enviado por Núbia Tomaz

Universalizando seu pensamento!

Se deseja enviar seu texto, leia mais sobre em  Contato.

Se está curioso para saber o que os nossos inconsequentes estão pensando, clique em Universalizando.

Anúncios

Você pode me dizer o que é amar?

Muitos se perguntaram sobre loucuras
A insanidade que se chama viver
Pra muitas dúvidas, poucas respostas
Eu só me pergunto, o que é amar?

Já sei que nascemos, vivemos e morremos
Mas nesse tempo, já que dá tempo de amar
Por que alguém nunca me disse,
Que coisa é essa de amar?

Tudo o que penso, já antes pensaram
Ou será que só eu escrevo como eu?
Mas vamos deixar pra noutro dia perguntar
Hoje só quero saber o que é amar

Amar deve ser algo no coração
Talvez meu cérebro saiba amar
Meus olhos devem saber a quê amar
Será que ninguém entende de amar?

Você já deve ter tentado explicar
Que coisa é essa de amar
Amor, paixão, romance, alegria
Dizem que tudo isso é amar

Acho que vou acabar sem resposta
Continuarei procurando por aí
Alguém deve saber me dizer
Ou algum dia eu saiba explicar
Que loucura é essa de amar?

 Enviado por Marcus Freitas

Blog AssMarcus

Universalizando seu pensamento!

Se você deseja enviar seu texto, leia mais sobre em  Contato.

Sou sol

 

Sempre sonhei em ser o meu próprio sol, possuir a autonomia e força que me iluminaria sempre em todas as ocasiões.
O véu que cobria a minha face fora arrancada com o tempo, fiquei com os olhos totalmente despidos e me senti como uma criança que acaba de nascer em busca do fôlego da vida.
Onde foi parar o meu céu colorido que um dia pintei em um papel qualquer, acreditando que um dia poderia falar com as nuvens?. Ah! quanta inocência a minha, de achar que tudo era fantasia, que todas as pessoas eram boas e honestas, que com um piscar dos olhos poderia viajar para um mundo encantado onde as árvores eram feitas de algodão doce.
O “tempo” fugiu com o meu véu em suas mãos, tentei recuperá-lo,fingir que coisas más, que pessoas más, que más situações não são tão más assim! Me enganei! Me senti desamparada, e mais uma vez a percepção me veio a tona de que o ser humano é tão “putrefato”.
Sinto saudades de mim e da minha inocência, éramos tão felizes, não havia falsidades, desânimos, percepções tão complexas.
Volta pra mim meu eu inocente, que foi raptado pelo tempo, uma vez corrompida, jamais poderei ser inocente novamente, como afirma Rousseau, o homem nasce bom e a sociedade o corrompe.

By: Veraneio

Enviado por Ana

Se você deseja enviar seu texto, leia mais sobre em  Contato

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: