Busca

Universo Inconsequente

"Assim como o universo somos inconstantes e infinitos a serem descobertos."

Categoria

Amor

“Ainda que eu falasse a língua dos homens, e falasse a língua dos anjos, sem amor, eu nada seria.” [1 Coríntios 13]
Aqui reúne todos os posts relacionados ao Amor. Confira!

Quando precisar

Muitas vezes nós precisamos cair pra saber quem vai estar lá para nos dar a mão e nos ajudar a levantar, mas nem sempre é preciso cair e se machucar. Por que as vezes nós só precisamos de alguém do nosso lado, pelo simples fato de ter alguém, não importa como essa pessoa se faz presente, o importante é saber que essa pessoa vai estar lá quando você precisar, nem que seja só pela pronuncia do verbo estar.

Feche os olhos e sinta

Palavras despejadas ao vento, vazias de verdade, não me interessam. São abafadas ao mesmo tempo que são produzidas. Quero sinceridade. O lado avesso exposto. Não sonho em preto e branco e nem me contento com cores primárias. Meus sonhos são aquarelas. Fujo do impacto da mesmice. A arte que me percorre as veias deseja pintar um universo novo. Meus devaneios espalham – se pelos quatro cantos. Perdem-se. Encontram – te. Nesse cenário não sigo só. Faço parte de um todo. De um desconexo. Um mar revolto. Insisto que não faz sentido, pois sei que nele repousa a essência inalterada. O mundo imaginário é composto de infinitas possibilidades. Só depende de você enxergar o que está diante de você. Na dúvida feche os olhos e sinta.

Verdades

 

Me acostumei a me virar sozinha, a ter que enfrentar meus problemas sozinhas, a chorar quieta, sem ninguém. Isso me fez mais forte, me fez perceber que nem tudo é para sempre, que nem todas as palavras são verdadeiras. Você não sabe a dor por baixo desse sorriso.
E depois de uma decepção eu nunca mais fui a mesma, não consigo mais acreditar e confiar nas pessoas como antes.
Tem dias que acordo tão fria, tão seca, tão estúpida, tão sem sentimentos, tão revoltada, tão do contra que só o simples fato de eu existir já me tira do sério. Mas tem dias que eu acordo apenas precisando de um abraço, apenas querendo achar algo que possa me fazer sorrir, só que você foi embora cedo demais! Eu continuo aqui, e me lembro de você em dias assim, dia de chuva, dia de sol… E o que sinto não sei dizer.”

Dizem por ai – Dom Casmurro

“Dizem por ai, mas não tenho certeza, que meu sorriso fica mais feliz quando te vejo, dizem também que meus olhos brilham, dizem também que é amor, mas isso sim é certeza.”
— Dom Casmurro.

 

 

Novo Amanhecer

Todo dia é um novo amanhecer vindo de um novo dia, com novas expectativas e novos objetivos a serem traçados. Cada amanhecer que presencio é sempre o mesmo objetivo, e a mesma expectativa, aquela onde vamos poder sonhar juntos em um lugar onde nada possa nos impedir, o anoitecer chega e eu estou ali com lágrimas percorrendo por toda a minha face apenas sentindo a saudade de alguém que um dia esteve aqui mais hoje não está. Amar se torna pouco, platônico seria o ideal. Você não sabe o que sente, é além de amor, além de todos os sentimentos que um dia foram nomeados, é algo que sua alma florece ao estar bem, e ao estar mal ela corrói, muitas vezes a saída é viver em outro mundo e enxergar tudo com os olhos e não com o coração. Talvez nós juntos sejamos o impossível, mas minha vontade de um dia ser possivel não é apenas um sonho é o que eu almejo de uma realidade. As coisas estão acontecendo, mais de uma coisa pode ter certeza permanece em minha mente. A forma que tiver que acontecer eu não me importo, eu só quero você escondido ou assumido.

Traduções em Palavras

As vezes as palavras são ditas, sem saber ao certo o que elas podem trazer, todos os olhares são vistos e ficam no caminho sem dizer o que vêem, procuro olhares que me façam entender, procuro palavras que eu possa dizer, e que ao conjugá-las elas expressem você. Sentir e traduzir em palavras, versos simples também pode ser, ouvir que a distância entre nós, não pode impedir o que eu tenho a dizer: eu amo você.

Como se não houvesse amanhã

 

As vezes um sorriso falso pode ser um consolo para nós mesmos. As vezes não damos valor aos amigos, aos familiares, as pessoas que amamos, mas quando perdemos, vimos o quanto eles fazem falta. Saudade. Ah! A saudade. Ela dói tanto que as vezes queremos tirar alguém dos nossos pensamentos para ficarmos bem. A solidão pode ser o melhor remédio ou a pior droga, depende do momento. Chorar é como tirar um peso da consciência com as mãos. Ou pode nos render simplesmente mais dor de cabeça ainda. Bom mesmo é amar, sorrir, cantar, viver como se não houvesse amanhã. É andar por ai de cabeça erguida, ser você mesmo. Amar os amigos, fazê-los bem, para que você se sinta bem também.

Correr riscos é ser livre

Rir é correr risco de parecer tolo. Chorar é correr o risco de parecer sentimental. Estender a mão é correr o risco de se envolver. Expor seus sentimentos é correr o risco de mostrar seu verdadeiro eu. Defender seus sonhos e idéias diante da multidão é correr o risco de perder as pessoas. Amar é correr o risco de não ser correspondido. Viver é correr o risco de morrer. Confiar é correr o risco de se decepcionar. Tentar é correr o risco de fracassar. Mas os riscos devem ser corridos, porque o maior perigo é não arriscar nada. Há pessoas que não correm nenhum risco, não fazem nada, não têm nada e não são nada. Elas podem até evitar sofrimentos e desilusões, mas elas não conseguem nada, não sentem nada, não mudam, não crescem, não amam, não vivem. Acorrentadas por suas atitudes, elas viram escravas, privam-se de sua liberdade. Somente a pessoa que corre riscos é livre.

Me vê uma…

Dose dupla de amnésia, outra dose de morfina e acrescenta um  pouco de esquecimento, coloca tudo na minha conta  porque hoje eu to cansada de sentir. Ciúmes, raiva, amor, esperança, dor, por favor, tira isso de mim. Tira isso de mim, que feito música irritante, não  sai da cabeça, tira. Eu preciso ficar assim sozinha, comigo, sem nenhum sentimento pra me aporrinhar. Se sentir é para os fracos, então me deixa ser forte pelo menos uma vez, pelo menos dessa vez, me deixa ser forte. E me vê uma dose de você, porque infelizmente, eu ainda preciso.

D-I-S-T-Â-N-C-I-A

Enquanto meus braços não são capazes de te alcançar, contento – me com a certeza de que estamos sob o mesmo céu, e com a esperança de talvez estarmos olhando para a mesma estrela. Porque nós dois somos um e nada mais vai ser tão especial quanto isso. Vou deitar – me fingindo que estou beijando os lábios que sinto saudades, e esperar que você volte pra fazer meus sonhos se tornarem realidade.

Borboletas – Mário Quintana

 

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de
se decepcionar é grande. As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.
Temos que nos bastar, nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam, não por serem metades, mas por sereminteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é não cuidar das borboletas e sim cuidar do jardim para que elas venham até você. No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você.
                                                                          
Mário Quintana
Desculpem-me por estar postando um texto que não é de minha autoria, mas não poderia deixar de compartilhar com vocês esse lindo texto do grandioso “Mário Quintana”.

Laços Invisíveis

 

Chega um momento aonde o óbvio vem à tona, e percebemos que em meio às controvérsias da vida, pessoas que “passam” não são esquecidas, pelo contrário, ficam guardadas, guardadas na mais doce lembrança, ou na mais bela ferida. E amigos não me convencem quando dizem que se esqueceram das pessoas que passaram por eles, pois eu sou prova viva de que não é tão simples assim, basta um perfume, um lugar, um número, uma data ou até mesmo um sonho, e percebo que não esqueci de maneira alguma. Acredito que as pessoas que amamos, se tornam parte de nós, que caminham por aí. É como se houvesse um laço invisível, que será sempre eterno (felizmente ou não), por isso não dizemos “adeus”, pois sempre temos em nós a sensação de que deixamos algo para trás. A única escolha que nos resta é nos acostumar. Nós acostumamos com a ausência, mas não deixamos de gostar. O tempo não cura nada, é como se jogasse a sujeira para baixo do tapete, a saudade é massacrante e inevitável. Sei que perdi muitas pessoas, que se envaideceram pelo tempo, talvez seja sempre assim. Só sei que eu guardo lições de cada uma delas, principalmente as que levarei por toda a minha vida. Afinal, estamos aqui para aprender o valor das coisas, mesmo que isso aconteça tarde demais.

Silêncio não é omissão

As vezes o silêncio sincero é a resposta mais perfeita que se pode dar, as vezes o silêncio fala e diz que aquilo que se viu ou ouviu foi bom, profundo, que se guardou e se transformou em algo indizível, invisível. Indizível porque ali estava tudo dito. As vezes precisamos calar para guardar, o silêncio é uma catedral. Guarda as pinturas nos afrescos da boca… Digo, no céu da boca, guarda as palavras no alto, lá no céu, para serem sintetizadas em sentimento. As vezes o silêncio nos faz voltar a um momento só nosso, aquele quando não sabíamos proferir e observávamos e não tínhamos aprendido a falar antes de pensar. Silencie, às vezes, com cautela.
Lembre-se silêncio não é omissão! – mas silencie de você, para você, para se entender, para desentender, para mudar, para continuar. Silencie e encontre algo no fundo do espírito, uma chama que aumenta e diminui dentro de você, se encontre num lugar onde a menor palavra é arriscada, silencie para se encontrar… com seu eu.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: