Busca

Universo Inconsequente

"Assim como o universo somos inconstantes e infinitos a serem descobertos."

Categoria

Amor

“Ainda que eu falasse a língua dos homens, e falasse a língua dos anjos, sem amor, eu nada seria.” [1 Coríntios 13]
Aqui reúne todos os posts relacionados ao Amor. Confira!

Amor, que isso?

assinatura maykon

Anúncios

O Infinito do meu Além

Feliz Dia dos Namorados!

Universalize seu Amor!

slogan-crop

 

assinatura maykon

Quando o Amor toca…

A vida vem desbravando-se bem diante aos meus olhos. E neste percurso vou reverenciando o horizonte, digno de contemplação. Captando minudências para aprender a cada aurora ser melhor do que ontem.

Havia um tempo que tentei insistentemente fugir de mim mesma, mas foi uma tentativa vazia. Não havia mais como retornar. O futuro dependia do encontro com o meu espelho invertido. Muitas foram às desculpas para evitar o encontro, mas tudo foi em vão.

Há quem diga que sou frágil demais, quieta demais, miúda demais. Mas eu digo que a minha força mora no meu excesso de sensibilidade. Desfaço-me dos falsos versos que não me descrevem, cada vez que rasgo o verbo. Refaço-me inteira quando sou prosa sem rascunho e sem esboço. Sou sentimento sem razão nenhuma. Sou por dentro e por fora simultaneamente.

Há o dobro de alegrias minando as minhas tristezas. Há um infinito de plurais dentro do meu singular. Sou como um olhar de uma criança ao conhecer o mundo e suas formas; com a curiosidade que salta aos olhos e a destreza do agir. Sou tanta coisa que pode não significar nada de concreto. Sou a simplicidade que pode ser definida em uma única palavra. Sou certeza que se desarruma quando o amor me toca.

Porque quando o amor me toca, eu esqueço que sou gente – do tipo que se endurece quando se aborrece, se atrapalha quando falha, se confunde quando erra – e me transformo em flor, colorida e perfumada, chamada poesia. Amor é o meu conteúdo e o meu significado. E poesia, a minha lente de enxergar levezas, quando tudo em volta já não é tão bonito visto aos olhos.

Saio decidida a mudar, mesmo que o medo do autoconhecimento possa vir visitar-me de vez em quando. A verdade me revela e faz-me enxergar o caminho da libertação através do pensamento expresso em palavras escritas, nas linhas estreitas de minha emoção. Começo a traduzir a realidade com a sensibilidade que já não cabe mais em mim e transborda. Daí em diante, observo minha alma transitar pelos percursos sinuosos, conforme a vontade do meu coração – Livre, como deve ser o voo de um pássaro que vai para onde quer, quando quer, sem se preocupar com o tempo, somente apreciando meticulosamente a paisagem.

Universalize seu pensamento!

assinatura bel

Beijo é Amor de fora para dentro

     Há um riso bobo que se pendura no peito sempre que teus olhos desnudam os meus. E como raio de sol no último dia de inverno, derrete o gelo e abre espaço para as flores sorrirem.
Há uma mão que me resgata da submersão e me traz a tona para respirar. E não é a sua, é minha, por enquanto. E a cada golfada de ar que rasga meus pulmões eu inspiro melhor  quando sinto o perfume que tua pele canta para minha. E quando o frio da distância em meu corpo toca; um casulo forte a quem carinhosamente apelidei de confiança me nina e deita comigo ao dormir. E quando sua mão enfim consegue alcançar a minha, até a tempestade do mundo lá fora se cala e naqueles instantes há apenas você e eu, e seu olhar pintando minha noite de estrelas e fazendo a lua mais linda nascer na retina do meu olhar. E aí pouco importa o mundo, o barulho ou o vento rasgando minhas roupas; guardada em teu beijo; aquele que resgata todo Amor, de fora para dentro. É ali que nos encontramos e percebemos então que nem todos os dias são de euforia, mas que há sempre motivos para celebrar e que escrever a vida com as mãos unidas é um dos maiores deles.

Serei teu porto quando a chuva forte desabar,

tua dama quando a vida oferecer a música para dançar,

tua amante quando o desejo fizer tua pele queimar

E minha, pra poder ser tua

Pra que meu coração saiba em infinito como conjugar bem o nosso verbo Amar.

Feliz Dia do Beijo!

Universalize seu pensamento!

logo ui colorida

Sobre Sorrisos

É incrível a forma como você sempre consegue arrancar um sorriso de mim. E, pra falar a verdade tem sido angustiante tentar não demonstrar tudo o que eu sinto. Ao longe ouço meus pensamentos escondidos. Por um segundo me pergunto se estou mesmo ali, vivendo aquilo tudo. Então abro os olhos e me vejo do seu lado, sentindo cada milímetro da sua pele. Percebo que é mesmo verdade. Colocar meus olhos em você me faz sentir segura. São os sentimentos que não nos deixam desistir apesar de toda dor que isso possa nos trazer. Como são belos os sentimentos que nos fazem voltar a acreditar. Não me enxergo mais sem você.

Nós sempre fomos assim

“Vai lá, é a sua vez. Conte até cinqüenta que eu vou me esconder, como nós sempre fazemos. Mas só até cinqüenta, viu? Porque se você demorar demais pra me procurar, eu vou acabar achando que acabou a brincadeira, e vou embora de vez.
Nós sempre fomos assim, você sabe, uma hora você some, outra hora eu sumo, sem satisfações e só com um nó no peito e cabeça de criança pra justificar. Nesse esconde-esconde do amor, eu nunca sei quanto tempo você vai demorar pra me procurar, e não adianta combinar, eu sei que você vai extravasar o limite. Mas eu nunca pulo fora da brincadeira, meu coração escondido prefere pensar que está na melhor porque ainda não foi achado. Nós revezamos sempre, quem vai procurar ávido do cheiro do corpo do outro, do toque, das mãos, e quem foge, se esconde sem saber se ainda quer insistir num amor sem pé nem cabeça, sem começo determinado nem fim anunciado, sem regra num jogo onde vale tudo.”

 

 

Atração repentina

“Descobri uma pessoa aonde não procurava, descobri o que eu não queria descobrir de uma forma tão gostosa de sentir. Tudo, tudo, tinha um propósito agora. Vivenciar, observar, rir e ter pra quem contar no final do dia, fazia com que eu nem soubesse quem era a mulher com um buraco no peito de antes. Tão simples e ao mesmo tempo profundo, complexo. Como explicar a atração tão grande, não apenas pela beleza do corpo, mas pelo tom de voz e pelo olhar, pelos traços das mãos e o movimento singelo dos olhos. Sim, me fazia feliz, me fazia pular de alegria, explodir meu peito que não estava acostumado a ter tanto de uma vez só. Eu mal te conheci, e já causava um maremoto nesse porto tão pequeno, que abrigava sentimentos tão pequenos. Mas a alma é grande, o sonho é grande.”

Clarissa M. Lamega

Só sei sentir

Hoje eu não sei dizer.

Só sei sentir.

“Há dias em que as palavras não são capazes de traduzir o sentimento. Bom mesmo é ser compreendido, mesmo quando não sabemos dizer… Amar é uma forma de crer em silêncio.”  

(Pe. Fábio de Melo)

 

Então você chegou – Caio Fernando

Eu disse que sonharia com você, apenas pela certeza de que sua imagem linda, clara, fascinante, jamais sairia da minha cabeça. Ao me deitar eu estava pensando em ti, eu não sei se é sonho, eu não sei mesmo o que acontece, mas eu te sinto sempre, até enquanto durmo, sinto seu toque, sua voz, seu sorriso. Sinto e vejo tudo, meu misto de sonho e realidade, por que demorou tanto pra chegar? Eu guardei um sonho bom pra ti, essa noite toda, foi perfeita, eu estive com você, da forma mais incrível, toquei seu coração, te dei o meu e recebi o seu. Ao amanhecer sua imagem continuava nítida em minha mente, meio sonolenta acabei despertando pelo vibrar do celular e era você. E tem sido você e vai continuar sendo você. Por tanto tempo eu quis e então você chegou.

– Caio Fernando Abreu

Aceitação, a palavra chave?

[…] Demorou um tempo, mas passei a me enxergar. Primeiro, comecei a me valorizar mais. Segundo, fiz as pazes com meu espelho. Terceiro, descobri que quem me ama tem que gostar de cada pedaço podre meu. Eu tenho, você tem, todo mundo tem. A gente ama quando aceita o lado ruim do outro. Aceitar as qualidades é tão fácil. Na hora de conviver com cada defeito o bicho pega. E pega de jeito. Vi que não posso querer agradar. Vi que a minha melhor amiga sou eu. Vi que quem gosta de mim tem que me aceitar. A palavra é essa: aceitação. E pra começar qualquer coisa a gente precisa ter orgulho de quem é. Quando eu aceitei tudo isso e me encarei de frente, eu engoli meu coração e comecei a me amar por dentro…

Respirei, obrigada.

“Respire. Huuuuuuuuuuuuuuuuuuuumff.”
Foi esse o conselho que ele me deu naquele dia de tantos bolos no estômago. Me disse pra respirar como quem manda o filho “comer pra crescer”. Me disse ”respire” como se eu já não fizesse isso o tempo inteiro.
Havia um quê de maluquice compulsiva naquela afeto sem explicação. Ele me dizia: “Guarde sua intensidade para as coisas que realmente precisam ou merecem”.
Respirei.
Aprendi.
Quando ele voltou eu estava ocupada demais respirando e perdendo a respiração com outro, pra ver. Desculpe.
E naquele dia em que um suspiro foi mais importante que  meus pulmões inteiros eu entendi e aprendi: Não adianta ter pressa. As coisas vêm no momento exato de vir, você sabendo esperar por elas ou não.
Respirei, Suspirei. Inalei o cheiro da vida e entendi que amor as vezes tem cheiro de 1818, perfume floratta, ansiedade, paciência, tem cheiro da construção do passo a passo. Aprendi que o amor tem cheiro de vida.
Respirei. Inalei. Superei. Amei. A mim.

Desapegue

Aprenda não esperar nada de ninguém.
Não serão legais com você porque você é legal. Talvez coisas boas não aconteçam mesmo que você seja “bom”. A vida não é dada por merecimento.
O que quer que você decida fazer, decida por você. Faça por você, porque é o que você deseja e acredita. Sem esperar nada em troca, o que vier é lucro, e reza a lenda que “fica sempre um pouco de perfume nas mãos daqueles que distribuem flores.” Se não ficar, paciência, ao menos você fez o que gostava, simples e puramente porque você gostava.
Se liberte e se permita viver por si.

Sobre o verbo amar

 

Leva tempo, mas uma hora a gente entende. Entende que o amor pouco ou nada tem a ver com a satisfação primeira, única e exclusivamente nossa. Entende que qualquer relacionamento se torna eterno se sua base tem como estrutura a amizade. Entende e aceita que o amor também é sinônimo de renúncia e compreensão e absorve por fim que não é amor aquilo que não nos permite aceitar as pessoas como elas são.
Leva um tempo mas a gente aprende que amar é mesmo coisa pra fortes. Fortes não porque nunca caem ou se machucam, mas sim porque jamais desistem de tentar.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: