Ela chegou e repousou ao meu lado. A princípio, não me disse nada, só me olhou com aquele olhar todo cheio de carinho. Retribui seu olhar afetuoso e sorri levemente. Ela pegou-me pela mão e levou-me para janela e mesmo sendo a mesma janela que dia após dia eu olhava, não foi o cenário de sempre que vi. Vi céu azul alegre. Vi o vento tirando nuvens devaneadas para dançar. Senti o frio aprazível tocando suavemente minha face. — Suspirei e sorri novamente, agora com os olhos fechados. Senti um arrepio percorrer todo meu corpo!

Ela esperou-me contemplar aquela cena durante algum tempo e depois me pegou pela mão novamente e me levou para porta de casa, lá eu vi o céu azul novamente e cores quase irritantes de tão lindas e vivas. Ela permaneceu calada, só olhou pra mim novamente, beijou minha testa e antes de esvair-se para dentro de mim, sussurrou docemente ao meu ouvido: — Agora, somos Uma! Bastou. Sorri inteiro e tranquilo.

Dei o primeiro passo para o exterior da casa e lembrei-me da vida e de tanta gente que às vezes, só precisa de um sorriso para florir. Deixei a água do “tudo passa” me lavar e levar o que precisava ser levado. Aceitei e abracei o novo tempo que já estava aqui. Grata sou por tudo que vivi!

Ela me ensinou a ser grata. Talvez seja esse mesmo o sentido da vida: Agradecer as oportunidades; a saúde em dia; aquela segunda chance; um abraço; a presença da família; um pôr do sol bonito e até mesmo os ventos contrários que se converteram em aprendizados.

Ela me mostrou que agradecer também é oração. É contar para o cara lá de cima que ele te faz bem, mesmo colocando em nossos caminhos aquelas missões difíceis. Somos abençoados demais para reclamar. Mais bonito do que pedir, é agradecer de peito aberto e sorriso no rosto. Agradeço pela vida. Pelo sorriso. Pelo dom da gratidão.

Descobri que gratidão é ter a certeza de um coração tranquilo… Dentro deste coração manso reside um sentimento grato por ter encontrado nos braços abertos de alguém, o aconchego de um abraço espontâneo, de uma palavra amiga que renova a esperança. E na esperança, a alegria na alma e a leveza nos passos – até no descompasso.

Gratidão é sinônimo de viver bem; É ter a palavra certa mesmo quando tudo gira em torno da hora errada. É deixar o desassossego adormecer de tanto cansaço e o medo ir embora por pura covardia. É permanecer por insistência; não desistir de sorrir e descruzar os braços da resistência para ser, enfim, a paz que conforta.

Universalize seu pensamento!

assinatura bel

O Universo Inconsequente/Infinitos Trezeais é a nossa gratidão ao mundo. Continuaremos nesta trajetória de ir além, acreditando e pregando que pequenos gestos têm mais valor que qualquer bem tangível. O maior valor encontra-se dentro do seu próprio peito e que a vida é uma só e deve ser vivida intensamente.

Sinônimo de coletividade: Assim tornamos e somos. Com vocês! Com os nossos Inconsequentes aprendemos a chegar a lugares que jamais pensaríamos em chegar. Números e acessos não significam, nem significarão nada perante o que fazemos quando concentramos toda a força do nosso coração; publicando aquilo que gostamos traduzidos em inspirações diárias e doses de amor compartilhadas aqui neste Universo, que é nosso!

Gratidão a todos que veio até nós, seja por um sorriso generoso, uma palavra sincera e/ou por um comentário motivador. Àqueles que nos acolheu e fez-nos descobrir o verdadeiro conceito de gratidão, o nosso mais sincero e afetuoso agradecimento. A vocês, brindemos GRATIDÃO!

slogan-crop

Anúncios