Aquele foi o momento em que brotou em sua alma o desejo de ver tudo no seu devido lugar. Era a hora de costurar retalhos de lembranças com fios de sabedoria. Fios que tecem o entendimento e transformam a vida em algo fácil de conduzir. Havia ali, naquele instante do desejo, a oportunidade de varrer da memória os desafetos, os desencontros e todo o desconforto que carregou durante todo esse tempo que permaneceu em silêncio, ouvindo apenas a voz sutil dos seus próprios sentimentos. Eles que pareciam tão confusos e, simultaneamente, tão sublimes. Tampouco, sabia o destino que daria a eles. Mas compreendia que eles eram a parte viva dessa história… Ainda assim, em meio à compreensão, havia certa dificuldade em estabelecer uma conexão entre o que sentia e o que vivia. Resolveu mergulhar na correnteza das emoções experimentadas. Olhou para dentro de si e concluiu que lá reinava todos os seus pensamentos mais convictos e jamais vistos antes daquela forma: Ali, entre um intervalo e outro, na pausa dos sentimentos, na divisão dos momentos, conseguia identificar fragmentos do amor verdadeiro. Àquele que é a essência íntima de todas as coisas, de toda explosão de infinitos que corria em sua veia; que resiste a imensidão do tempo; que espanta o medo das incertezas; que nos convoca ao poder supremo da entrega e faz a vida valer a pena. Esse amor realmente existe! … Ele vive!

Universalize seu pensamento!

logo ui colorida

Anúncios