Ele voltou. O vazio. Foi o que sobrou afinal. É que eu sempre acabo no mesmo lugar, pensando nas mesmas coisas de sempre. É complicado não saber como esconder o que se sente. Isso transborda pelos nossos olhos sem que a gente perceba ou possa impedir. Nem sempre tudo que a gente pensa que é certo pode nos fazer bem. Com o tempo aprendemos.